Máquina do tempo

Às vezes paro e penso:
Como seria voltar ao passado?
Mudar o que não pode ser mudado
Pensar o que não tinha pensado

E dai feito diferente
Faze-lo novo, faze-lo um novo futuro.
Um futuro em que eu veja um novo rumo, uma nova direção.

(divulgação/reprodução: Google)

(divulgação/reprodução: Google)

Mas será que isso é o certo a se fazer?
Será que escolheria a melhor opção?
Talvez essa seja a função do passado, fazer com que enxerguemos no futuro,
Erros que cometemos e que não cometeremos novamente como qualquer infortúnio.

Por isso meu querido, tal poder não é dado ao ser humano.
Que perante a um mundo tão grande, tão complexo se comporta como uma criança exploradora que mal toma consciência do brinquedo que lhe fora dado.
Sendo assim, não sabendo usa-lo.

Eis que nos resta aprender com os erros e acertos do passado, não comete-los no futuro.
Pois de uma forma ou de outra, essa maquina do tempo das nossas imaginações.
Essa que nos daria a liberdade de diferentes ações, sempre esteve conosco.
Escondida nesse crepito desejo de controle
Escondida no hoje.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s