Afinal, o que é o amor?

Fonte: Divulgação/Google

Fonte: Divulgação/Google

Ah, o amor.

Palavra tão pequena, mas enorme no seu significado. Poetas, músicos, escritores, filósofos, sociólogos, antropólogos, até seus pais tentaram mais ninguém consegue ou conseguiu entender completamente o que significa o amor.

A meu ver, o que nos resta é senti-lo, vivê-lo, compartilhá-lo com o mundo, porque não?
Ou você é daqueles que quer o amor apenas para você? Uma criança mimada e egoísta que ainda não aprendeu que somos mais felizes quando compartilhamos.

Não tenha vergonha de dizer que não sabe amar, pois ninguém sabe. Estamos sempre aprendendo e melhorando o seu entender e o seu fazer acontecer. Tenha vergonha de não ter sentido o amor, pois meu caro, você não saber o que está perdendo. Não digo apenas no sentindo de perder ou ter o amor de um namorado (a) ou esposo (a), mas ter o amor, de um pai, de uma mãe, o amor do próximo. Assim como ensinou Jesus nos ensina, “ama teu próximo como a ti mesmo”, tem se tornado difícil missão nos dias de hoje. Pois muitas vezes temos dificuldade em lidar com as pessoas que estão no nosso dia a dia, o que dirá amar o nosso próximo.

Fonte: Divulgação/Google

Fonte: Divulgação/Google

Tarefa difícil que o mestre nos deu não? Acredito que em partes sim, pois se verdadeiramente queremos ser pessoas melhores e mais humanas o sacrifico é válido, porém não é fácil. Sentir um sentimento tão forte como o amor, tem que ser algo verdadeiro, sincero, e em um mundo onde muitas vezes as pessoas são consideradas e valorizadas por aquilo que possuem e não pelo que são, amar as pessoas com todas as suas fraquezas, defeitos e incertezas não é tarefa fácil.

No auge dos meus 21 anos, não aprendi e não sei descrever com clareza o que é amor. Até porque estou sempre aprendendo mais sobre ele, e sobre como as pessoas o enxergam. E isso, com certeza, vai ser um eterno aprendizado. Aprendizado esse que tem seus momentos de maiores esclarecimentos e que mais marcam o seu sentido. Como por exemplo ouvir um “eu te amo” apaixonado de quem se ama pode ser mais gratificante do que aquele aumento no salário que você espera a meses. Receber um afago da sua mãe ou pai quando não se está nos melhores dias e ouvir que tudo vai ficar bem, pode ser bem mais motivador do que assistir ou ler livros de autoajuda.

Simplesmente sentir o amor é algo incrível, dai talvez a dificuldade de explicá-lo, tamanha a sua magnitude de significados.

Apenas uma coisa me faz ficar triste quando tento entender o amor: das pessoas que não conseguem senti-lo ou não o querem. Pois se Deus nos fez para vivermos em abundância e vivermos para amar o nosso próximo como a nós mesmos, porque alguém não iria querer senti-lo?

Fonte: Divulgação/Google

Fonte: Divulgação/Google

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s