Os homens são cães

Fonte: Divulgação/Google

Fonte: Google/Divulgação

Já passavam das 23:00 hrs, aquela sexta-feira a noite estava particularmente especial. Sentir aquele vento batendo contra meu rosto enquanto dirigia pela avenida principal da cidade foi uma sensação libertadora. Como se naquele momento eu realmente sentisse o que era liberdade e ser livre. O rock enlouquecidamente alto e incrível do ACDC embargava minha mente de uma forma que me sentia fora do corpo, leve.

Todas as preocupações, angústias, naquele momento simplesmente tinha sido deletadas da minha mente, e só aquele momento importava. A cidade estava com um brilho especial, era uma noite bem quente e ao mesmo tempo agradável, várias pessoas circulando pelas ruas, conversando, se divertindo, ou procurando diversão como eu. Estacionei o carro em frente ao “templo sagrado” e mais libertador naquele instante.

O primeiro gole na cerveja gelada foi além de refrescante o início do que a noite seria. Ótima. Coincidência ou não, encontrei dois amigos recém chegados ao estabelecimento com o mesmo brilho nos olhos que eu estava, brilho aquele de homens que procuravam um momento de puro lazer e distração, foi a deixa para o inicio de resenhas, discussões sobre futebol, relacionamentos, mulheres, a vida. Sobrou tempo até para nos sentirmos os experts em assuntos mais complexos como a economia e o momento político do país. Naquele momento em meio a risadas, vários copos de cerveja já vazios, analisando aquela situação toda, me veio o pensamento de que o homem atual é como um cão. Isso mesmo, um cão. Dê a ele comida, bebida e uma maneira de gastar suas energias e ele estará satisfeito. Mas…será mesmo que somos isso? Sentados aqui em um bar qualquer, bebendo, comendo, jogando conversa fora e paquerando as mulheres que se aproximam? Talvez sim, talvez não. Acima disso, talvez nossas atitudes podem nos definir melhor. E se nossas atitudes eram sempre estarmos ali reunidos, talvez de certa forma, somos cães.

Animais evoluídos, de tamanha inteligência, capazes de desenvolver as mais complexas máquinas, os mais belos e enormes edifícios. Criar civilizações praticamente do nada e se manter no topo de toda a cadeia alimentar. Esse somos nós, seres humanos. Mas, apesar de toda essa superioridade humana, ainda há dentro de nós uma parte animal encrostada, pressa em nosso ser, desesperadamente louca pra sair. E sentindo essa necessidade de sair, nos encontramos nos bares, nas conversas entre amigos, em uma partida de futebol e que você xinga desesperadamente um aparelho TV que não vai te responder, nas peladas do fim de semana,entre outras situações. Essas e entre outras atitudes são consideradas atitudes puramente “masculinas”. Igualmente como animais selvagens, vejo que todos temos nossas necessidades básicas, não só de comer, beber e nos manter vivos, mas de extravasar, de botar pra fora todas as angústias, ansiedades, inseguranças  e preocupações.

Fonte: Divulgação/Google

Fonte: Divulgação/Google

Em um mundo onde se cobra tanto de todo mundo, estar aqui, em um bar bebendo e jogando conversa fora significa mais do que simplesmente o ato de beber e conversar, significa um espaço e um momento onde podemos deixar todos os problemas e sermos nós mesmos. Com todos os problemas, medos, dificuldades. Isso não nos torna menos homens ou mais homens, pois além de tudo isso, ainda temos a preocupação e o achismo que em plano século 21 os homens devem se manter firmes, inabaláveis, fortes e rústicos, sempre mostrando e exibindo sua superioridade e força, quando sabemos lá no fundo que não somos isso a tempos.

Isso não significa que somos menos ou mais que as mulheres, significa que somos igualmente humanos e que assim como todos, devemos ser que somos, simplesmente isso.  Mas, depois do quinto copo essa discussão interna de quem somos e do lugar que ocupamos no mundo não faz mais sentido algum. — Garçom, desce mais uma que hoje é dia de extravasar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s