A guerra do feminismo continua…

Fonte: Divulgação/Google

Fonte: Divulgação/Google

“Não, sexo frágil jamais. Sexo encantador, sexo delicado, que deve ser amado, agraciado, mimado, mas não muito, pois mimo demais a deixa ainda mais exigente. E se você não é daqueles que sabe ser agradável todo tempo, não será o certo para ela. E acima de tudo, sexo que deve ser RESPEITADO.

A luta foi grande, e ainda é, para ter o mesmo reconhecimento e merecimento que o sexo oposto tem na sociedade, mas muito já foi conquistado. E mesmo que tudo seja conquistado, só ira confirmar algo que os homens mais sensatos e as mulheres mais sábias já sabem há séculos: a mulher é o sexo forte.”

Esse é o trecho de um texto que escrevi no blog há um ano atrás, que você pode ler aqui: https://urbanaviida.wordpress.com/2014/03/11/porque-mulher/

Muito se mudou nesse tempo, e muita coisa claro ainda permanece a mesma. Relendo meu texto sobre o dia internacional da mulher, percebi o quanto ele estava genérico e apesar de gostar da maioria dos textos que escrevo, vi nesse, que acabei apenas escrevendo mais do mesmo, não que a minha visão sobre o assunto era errada ou generalizada mais de certa forma não tinha nada que eu consideraria original, ou que nunca tinha visto algo semelhante em outro blog, matéria no jornal, post no facebook, etc. E com isso pensei que todos estamos ficando fadados a ter esses pensamentos em uma data que se torna cada vez mais importante e polêmica na sociedade, quando na verdade ela deveria ser bem mais do que “mais do mesmo”. Com textos, artigos, matérias, propagandas sobre o quanto a mulher é especial, mas que ao mesmo tempo mostram uma visão mais frágil e com os mesmo esteriótipos que teimam em continuar.

Pois hoje, mais do que nunca as mulheres lutam por igualdade e da mesma forma nunca se viu tanta represálias com isso. As vezes tenho a impressão de que é um mix de quem pode mais, um braço de ferro que não tem ganhadores, digo isso me referenciando aos extremistas que não sabem dosar de ambos os lados (feministas e machistas) o quanto levar o tema ao nível que não deveria prejudica e só torna a discussão banal, mas infelizmente isso é presente. Pessoas que dizem que mulheres devem ser sim submissas aos homens e ponto final, outras que consideram que todos os homens do mundo deveriam deixar de existir e outros absurdos que encontramos facilmente por aí.

É claro que em toda “guerra” tem o lado do meio termo, a galera que defende os verdadeiros ideias de uma forma mais coesa e tenta equilibrar essa balança, e é por essas pessoas que o dia da mulher deveria ser mais lembrado, pelas mulheres que sofrem e por aquelas que não sofrem mais sabem que abraçar a causa é importante para inúmeras pessoas. E nós homens não machistas aonde ficamos nisso tudo? Tenho muita dúvida nessa “polêmica” toda. Pois por um lado assim como a galera GLS, que apesar de não sofrer diretamente com o preconceito apoiam e protestam junto, também acho que os homens que são realmente conscientes sobre o feminismo também deveriam fazer o mesmo. Mas ainda por outro lado, obviamente eu sou homem e sendo tal, não sou capaz de mensurar todas as dificuldades, dramas, sentimentos, dores e desafios que as mulheres enfrentam, é abraçar algo que você não entende, mas está fazendo porque acha fofo ou porque tudo mundo também está fazendo, e penso eu, que não seja esse o objetivo. É além disso.

Tudo isso, sobre qual posição tomar é complicada, visto as inúmeras visões que temos dentro desse cenário, mas visando ter uma visão mais igual (e dar um desfecho descente a esse texto) vejo que a melhor saída é voltar ao que o feminismo já diz: igualdade. Simples assim, sermos iguais, sermos respeitados com nossos gostos, nossas vontades, nossas opções sexuais, classes sociais, etnias, doutrinas, é isso que nos faz sermos quem somos, é isso que nos faz sermos únicos. A partir do momento que não só a menoria mais a maioria entender certos conceitos e ideias como este, poderíamos enfim começar a fazer com que inúmeras utopias passem de ser sonhos e se tornarem de fatos realidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s